Headphones para produção: dica de 10 modelos excelentes

Uma solução comum de monitoração para produtores novatos, principalmente os que ainda não possuam dinheiro suficiente para investir em monitores (caixas) de áudio profissionais, é o uso de um bom par de headphones.

Inclusive o uso de bons headphones pode ser mais apropriado em ambientes que não possuam o isolamento e tratamento acústico adequados, como quartos ou salas de casas e apartamentos.

Porém, para complicar a nossa vida, existem dezenas de marcas e modelos diferentes de headphones no mercado, o que costuma dificultar o momento de escolher em qual opção investir.

Pensando nisso o pessoal da excelente revista online Attack Magazine preparou um post com dicas de 10 modelos de headphones excelentes para a produção de música eletrônica.

Clique no link a seguir para conferir o post na íntegra: http://goo.gl/76sfOI

Algumas características são muito importantes para que você faça a sua escolha, como:

- Resposta de Frequência (frequency response): quanto maior o intervalo, maior é a capacidade dos headphones reproduzirem as frequências de sua produção.
- Impendância (impendance): quanto menor o valor, mais volume os headphones são capazes de emitir sem a necessidade de amplificadores, ou seja, headphones de baixa impendância podem ser ligados na saída do seu notebook, e irão funcionar com máxima "potência".
- Closed-Back / Open-Back: headphones do tipo "closed-back" são os mais comuns e que geram menos ruído no ambiente, sendo uma boa opção caso você divida o espaço com outras pessoas. Já os headphones do tipo "open-back" permitem que o som gerado vaze no ambiente, o que ocasiona uma sonoridade mais natural, porém têm o inconveniente de justamente compartilhar com as outras pessoas do ambiente tudo o que você estiver ouvindo, ou seja, não é a melhor opção se você estiver produzindo durante um voo. 😛

EXTRA: gostaria de chamar a atenção de que muitos DJs e Produtores, eu inclusive, gostam muito de checar suas produções em seus headphones de DJing, justamente pelo fato de conhecê-los muito bem, fruto de anos de uso contínuo dos mesmos.

Eu particularmente gosto muito do V-Moda LP2 (que uso para discotecar) principalmente pra checar o low end, a equalização geral das masters, e o nível de volume médio das minhas tracks.

Outro modelo que possuo, que é excelente para a realidade da música eletrônica (graves fortes), é o Audio Technica ATH-M50, o qual costumo recomendar para alunos do Curso de Produção Musical da Make Music Now que estejam procurando uma boa opção de investimento.

Espero que o post ajude você a decidir qual modelo de headphones adquirir. 😉

Você tem alguma dica sobre headphones de produção? Deixe um comentário.

About The Author

Felippe Senne

www.makemusicnow.com.br