Como sair do bloqueio criativo e criar novas ideias musicais

Um dos momentos mais intimidadores para qualquer produtor de música eletrônica, ou qualquer outros profissional que trabalha com atividades criativas, é encarar a temida tela em branco, seja do nosso DAW, seja a tela de um pintou, ou o papel em branco de um escritor.

E para combater isso, o Renan Crove, mais conhecido como Panzi, criou um tópico muito interessante no Fórum da MkMN, com um técnica simples e rápida para ter novas ideias musicais, que decidi reproduzir abertamente aqui.

Essa técnica pode ajudar muitas pessoas que sofrem com o chamado writer’s block, ou seja, o bloqueio mental criativo que muitas vezes nos ataca e deixa-nos sem novas ideias musicais.

***********************

Quem estiver com problemas em ter ideias para as atuais ou futuras tracks, deixo aqui algumas sugestões, que podem trazer resultados positivos nessa jornada.

Uma coisa que aprendemos no Curso de Produção da MkMN foi realizar análises das tracks de referência, para sabermos como está soando nossos projeto, por exemplo: se o kick está batendo legal, o sequenciamento dos elementos, como está a mixagem, etc.

Esse conceito é chamado de engenharia reversa, segundo o Wikipedia: “A engenharia reversa é o processo de descobrir os princípios tecnológicos e o funcionamento de um dispositivo, objeto ou sistema, através da análise de sua estrutura, função e operação. Objetivamente a engenharia reversa consiste em, por exemplo, desmontar uma máquina para descobrir como ela funciona.”

Essa ferramenta é de relevante importância para nós produtores, pois assim podemos entender POR QUÊ determinada música funciona, e te ajudará a criar muitas ideias musicais e acabar com aqueles “BRANCOS” criativos.

OK, já entendi a importância da ferramenta, mas como posso colocá-la em prática?

[FONTE GERADORA DE IDEIAS]

1 – Escolha uma música de sua preferência, se estiver com dificuldades, comece por este post.
2 – Cante a melodia e batuque ao mesmo tempo COM acompanhamento.
3 – Cante a melodia e batuque ao mesmo tempo SEM acompanhamento.
4 – Descubra as progressões de acordes, os sites de cifras nos ajudam nessa tarefa, caso não saibamos “tirar de ouvido”.
5 – Abra sua DAW e execute essa progressão de acordes na sequência da música.
6 – Agora chegou a hora divertida, execute a progressão de acordes na sequência que você achar melhor, criando variações de ritmos.
7 – Identifique quais as partes da música você NÃO GOSTA e exclua.
8 – Separe a parte que você GOSTA e use para criar a ideia da sua track.

EXTRA: temos a opção de retirar mais de uma ideia por canção ou retirar uma ideia de mais de uma canção. A sua viagem musical é o limite!

Através dessa ferramenta podemos resolver aquela seguinte pergunta: “Por que aquela música é boa?”, e em outras, usar como uma fonte inspiradora de novas ideias.

OBS: essa é uma técnica criada a partir de um post do The Essential Secrets of Songwriting Blog, e adaptada para a realidade da música eletrônica.

Porque, na música, a máxima do filósofo Lavoisier nunca foi tão verdadeira: “Nada se cria, tudo se transforma”.

***********************

Espero que tenha curtido a dica do Panzi, com certeza pode ajudar a fugir do temido ‘writer’s block’, que cedo ou tarde acaba atacando qualquer profissional que atua em áreas criativas.

Siga-o no Facebook para acompanhar seus posts: www.facebook.com/rpcovre

Você tem uma técnica própria para fugir dos “bloqueios criativos”? Deixe um comentário.

 

About The Author

Felippe Senne

www.makemusicnow.com.br